22 de Maio de 2017

Facebook Twitter Google Plus rss
Mapa do Brasil
Quarta, 01 de março de 2017, 06h00 Tamanho do texto A- | A+


CULTURA

Festa no Marco Zero marca o encerramento do carnaval do Recife

Imagem da Agência Brasil

Clique para ampliar



Ontem (28) foi o último dia para ouvir, no palco do Marco Zero, os frevos que esquentaram o carnaval do Recife durante os últimos dias. O encerramento da programação oficial começou à tarde e vai até o amanhecer de quarta-feira (1º), fechando a folia com o Orquestrão do Frevo.

 

primeira atividade do encerramento atrai a criançada, tanto pelas cores e ritmos dos grupos que se apresentam como pela tranquilidade do horário. A maior parte do público só começa a chegar no Marco Zero mais tarde, para os shows principais. À tarde ocorreu o desfile das agremiações campeãs do carnaval. Passam pelo palco os ganhadores do grupo 1, de 11 modalidades: Caboclinhos, Troças Carnavalescas, Clubes de Frevo, Clubes de Boneco, Blocos de Pau e Corda, Maracatus de Baque Solto, Maracatus de Baque Virado, Tribos de Índios, Bois de Carnaval, Ursos e Escolas de Samba.

 

A garotinha Gleice Kely, de 13 anos, aproveitava o último dia de folia vestida com um pedaço da fantasia de papangu (tipo de boneco). “Eu gosto de me fantasiar para assustar o povo”, conta ela, que também se vestiu de passista de frevo e adora os ritmos pernambucanos. “Gosto de frevo, maracatu, caboclinhos e de toques diferentes que dê para dançar”.

 

Diversidade cultural e competição

 

No palco, com tantas cores, estandartes e fantasias, alguns grupos podem parecer semelhantes. Mas cada uma das modalidades tem diferenças na organização, mensagem ou origem. Um exemplo são as agremiações que têm o frevo como ritmo. “A gente é clube de frevo. Tem clube de bloco que é cantando. O nosso é instrumental”, explica Rosalice Ramalho, vice-secretária Clube Carnavalesco Misto Bola de Ouro, com mais de 100 anos de atividade.

 

O desfile no Marco Zero é uma amostra das agremiações; o grupo completo se concentra na competição. Muitos contratam a equipe inteira que se apresenta. O Clube Carnavalesco Misto Bola de Ouro, bicampeão do concurso de agremiações no seu quesito, paga passistas e orquestra. As disputas deste ano ainda ocorrem hoje. O Bola de Ouro entra à meia-noite na avenida.

 

No Marco Zero, a noite é de shows tradicionais de outros carnavais. André Rio e Luciano Magno são os primeiros a tocar, seguido do Maestro Duda, Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Elba Ramalho. O Orquestrão do Frevo – também conhecido como Arrastão do Frevo - começa às 3h da madrugada e, levando em conta anos anteriores, dura até o sol lembrar os foliões que a Quarta-feira de Cinzas já começou. As informações são da Radioagência Nacional.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Enquete

Quantas vezes você já doou sangue?

Uma vez

Duas vezes

Três ou mais

Nunca

  • Parcial Votar

PREVISÃO DO TEMPO

NEWSLETTER

Preencha o formulário abaixo para
receber nossa newsletter:




Copyright © 2014 Brasil Notícia - Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.