Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

Cultura
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2018, 10h:36

Mato Grosso

Espaço cultural recebe apresentações de dança neste final de semana

Da Redação

Luiz Marchetti

O espaço cultural Mosaico recebe, nesta sexta-feira (28) e sábado (29), duas apresentações de dança, resultados do primeiro módulo do “Laboratório CATASTROPHE”, de Lucas Koester &BRECHÓCollectives e “@id”, da Diamond Dance Crew.

O laboratório aberto aconteceu durante os dias 14, 15, 16, 20, 21 e 22 de setembro, promovendo a aproximação entre o coreógrafo e o grupo Diamond Dance Crew. Neste processo, Lucas Koester compartilhou processos coreográficos e exercícios possíveis de composição a partir do olhar e o que vem chamando de "um corpo coreo-fotográfico".

Participaram do primeiro módulo do laboratório Catarina Lana, Ray Richard Artiaga, Xico Macedo, Maria Eduarda Rocha e Dejailton Campos/Dedy, e colaboraram também Ézero Martins, Duda Dall Bello, Jamilton Campos e Julia Monteiro.

Nas apresentações do Espaço Mosaico, serão mostrados um primeiro estudo sobre a CATASTROPHE_ e, na mesma noite, o Diamond Dance Crew também apresenta sua pesquisa mais recente, o “@id”. Veja a sinopse das apresentações:

“CATASTROPHE_ é uma sensação de queda vertiginosa, é um porta-retrato vivo de um conjunto de indivíduos, talvez uma família, talvez uma galera que possui o desejo e a dificuldade de continuar caminhando juntos. É, talvez, um motim social, ou quem sabe, algo entre a cólera e a alegria. Ainda não se entende, mas como continuar quando algo desastroso nos acomete? Como se erguer quando falta chão?”

“O @ID surge de uma necessidade e importância em se expressar, se humanizar, entender as relações do cotidiano que atravessam os bailarinos do grupo. Entre o exercício de criar uma imagem e de se imaginar o que esse corpo era capaz de realizar, notou-se que o corpo não alcançava o projeto da mente. As expectativas eram para o além da real capacidade dos corpos esgotados e atravessados pela dança cotidiana de sobrevivência. Faltava energia  e concentração, o corpo e a mente não se sintonizava.  Como poderíamos então acessar um personagem sem se afastar da história de vida de cada bailarino. Como deixaríamos de lado nossos vícios e problematizações ordinárias? Como externalizar  as coisas e sentimentos inominados que geralmente não se acessa”.

Serviço

Laboratório CATASTROPHE de Lucas Koester &BRECHÓCollectives e “@id”
Local: Espaço Mosaico - Rua Marechal Floriano Peixoto, 512, Quilombo
Ingresso consciente; valor sugerido: R$10
Data e horário: Sexta (28) às 21h; Sábado (29) às 18h
Classificação indicativa: 18 anos

 

Com informações e texto do Olhar Direto

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.