22 de Maio de 2017

Facebook Twitter Google Plus rss
Mapa do Brasil
Quinta, 23 de fevereiro de 2017, 06h05 Tamanho do texto A- | A+


CULTURA

Encontro de blocos afro abre oficialmente o carnaval de Salvador

Imagem da Agência Brasil

Clique para ampliar



Um encontro de blocos afro com uma orquestra e a entrega da chave da cidade ao Rei Momo marcaram, oficialmente, o início do carnaval de Salvador, nesta quarta-feira (23), na Praça Municipal, ao ao lado do Elevador Lacerda – um dos pontos turísticos da capital baiana.

 

Pelas ruas do Centro Histórico da cidade mais negra do Brasil, pequenos grupos representaram, com dança e batuques, os maiores blocos de matriz africana do carnaval de Salvador. O primeiro passo foi dado, literalmente, pelas baianas da capital, que seguiram em um cortejo desfilando do Pelourinho até a Praça Municipal.

 

Seguindo as matriarcas do axé, desfilaram outros grupos de percussão, como Ilê Aiyê, Olodum, banda Didá, Malê, Muzenza e o Afoxé Filhos de Gandhy, ao som do ijexá. A chegada de cada grupo à Praça Municipal foi marcada pela homenagem de uma orquestra composta por 40 músicos e orientada por 4 maestros, que acompanhavam a música-tema de cada bloco afro.

 

Após as apresentações, o Prefeito, ACM Neto, entregou a chave da cidade ao Rei Momo do carnaval, que representa, simbolicamente, a autoridade que vai comandar toda a folia soteropolitana.

 

Depois de declarado oficial o início da folia momesca, o público assistiu, no mesmo palco, ao show do músico baiano, Bell Marques, ex-vocalista da banda Chiclete com Banana. Marcado com um repertório de canções de toda a carreira, o show teve participação ativa do público, que cantou junto com o vocalista do início ao fim da apresentação.

 

O baile da Praça Municipal – que deu abertura oficial aos próximos dias de festa – foi uma forma de homenagear, segundo a Prefeitura de Salvador, o Mestre Didi. Assim era conhecido o artista e escritor baiano, que morreu em 2013, aos 96 anos de idade. O Sacerdote afro-brasileiro chegou à mais alta hierarquia do culto aos ancestrais, da tradição Iorubá. Foi Sumo Sacerdote Alapini – Ipekun Oye, do Brasil.

 

O carnaval de Salvador vai até a quarta-feira de cinzas, quando o músico Carlinhos Brown vai subir no trio, para puxar o tradicional arrastão, começando à meia noite da terça-feira, no circuito Dodô, na Barra. As informações são da Radioagência Nacional.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Enquete

Quantas vezes você já doou sangue?

Uma vez

Duas vezes

Três ou mais

Nunca

  • Parcial Votar

PREVISÃO DO TEMPO

NEWSLETTER

Preencha o formulário abaixo para
receber nossa newsletter:




Copyright © 2014 Brasil Notícia - Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.