Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

Cultura
Sexta-feira, 06 de Julho de 2018, 12h:42

acervo histórico

Acervo da EBC de quase meio século vai ser recuperado

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o embaixador Alexandre Parola, quer recuperar o acervo histórico da instituição de quase meio século que reúne fotos, vídeo e áudios. Ele criou um grupo de trabalho, integrado por funcionários da empresa, com o objetivo de revitalizar e buscar soluções de sustentabilidade para o patrimônio.

Carioca, Parola passou a vida no Rio de Janeiro e a memória da infância e juventude remete a parte do acervo a ser recupserado. “A Rádio Nacional e tudo relacionada a ela para mim sempre foi um modelo de comunicação pública”, afirmou.

Acervo da EBC será recuperado
O acervo reúne documentários, programas culturais e musicais da TVE do Rio de Janeiro - Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O presidente disse que o objetivo do grupo de trabalho é garantir a preservação e a divulgação da memória da empresa. “A EBC está comprometida com a preservação dessa memória para a construção da identidade do país no presente e no futuro.”

Pelo levantamento preliminar, o acervo reúne documentários, programas culturais e musicais da TVE do Rio de Janeiro. Também há programas de auditório e jogos da Copa do Mundo desde 1950 transmitidos pela Rádio Nacional e da Rádio Sociedade, além de obras produzidas pelas rádios MEC AM e FM.

No acervo há raridades audiovisuais e radiofônicas, como personagens emblemáticas da história jornalística, cultural, intelectual, artística e política do Brasil, como Mário Lago, Emilinha Borba, Radamés Gnatalli e Heron Domingues.

Para fazer todo o trabalho, o grupo é formado por nove empregados da Gerência Executiva de Marketing e Negócios, Administração e Logística, da Superintendência da TV Brasil, do Sistema de Informação de Comunicação. O prazo para conclusão das atividades é 180 dias, período que poderá ser prorrogado. As informações são da Agência Brasil

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.