Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Cidades
Quinta-feira, 02 de Abril de 2020, 16h:23

Paciente de 29 anos

Sesau investiga se jovem que morreu em CRS de Campo Grande é 2ª vítima de coronavírus em MS

Fonte: Midia Max

Divulgação

A morte de um jovem de 29 anos que morreu na noite da quarta-feira (1º) no CRS (Centro Regional de Saúde) vai integrar a lista de casos suspeitos de covid-19, causada pelo novo coronavírus.

A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (2), pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que também destacou que houve coleta de material para teste comprobatório da doença.

Por meio de nota, foi informado que o paciente chegou à unidade alegando falta de ar e dor torácica, evoluindo, em seguida, para uma parada cardiorrespiratória. O jovem passou por manobras de reanimação por quarenta minutos, mas sem sucesso.

“Levando em consideração o quadro agudo do paciente, foi realizada a coleta de material para investigação de Covid-19 e outras SRAS (Síndromes Respiratórias Agudas Grave)”.

Morte a esclarecer

Apesar da falta de ar e febre, que são sintomas da covid-19, o paciente não apresentava tosse. Segundo relato do irmão do rapaz, ele sofria de transtornos psiquiátricos e fazia uso de remédio controlado. Nesta semana, ele teria relatado que teve uma paralisação momentânea dos membros inferiores e superiores.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol como morte a esclarecer.

Óbitos por coronavírus

 

Além do caso em Campo Grande, a morte de um jovem de 21 anos na madrugada desta quinta-feira (2), no HU-UFGD (Hospital Universitário de Dourados), também segue em investigação para covid-19.

Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, o jovem procurou a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Dourados no início da tarde de ontem (1°), com dor no peito, falta de ar e muita tosse e foi posteriormente encaminhado ao HU-UFGD. Se o exame confirmar a morte por Covid-19, o douradense pode ser é o mais jovem a morrer da doença no Brasil.

Até o momento e oficialmente, a única morte por coronavírus em MS confirmada foi a de Eleuzi Nascimento, de 64 anos. Moradora de Baytaporã, ela foi transferida para Dourados quando os sintomas se agravaram. Além de estar no grupo de risco, a idosa também tinha problemas pulmonares.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.