Quarta-feira, 27 de Maio de 2020

Cidades
Segunda-feira, 06 de Abril de 2020, 10h:11

Secretário confirma morte no Hospital Julio Muller e aguarda exames para saber se é Covid-19V

Uma pessoa morreu na tarde de domingo (6) no Hopsital Julio Muller, em Cuiabá, com causas que ainda são desconhecidas, porém existe a possibiliade de ser mais uma vítima da Covid-19. 

O paciente seria um homem que estava internado com problemas de respiração, febre e dores no corpo. Devido ao falecimento ter sido no hospital de referência para o tratamento de pessoas com o novo coranavírus, houve uma rápida disseminação na notícia de que ele teria sido mais uma vítima não notificada. Durante coletiva à imprensa, no Hospital Metropolitano em Várzea Grande, o secretário Gilberto Figueiredo confirmou a morte. 

"Fomos informados dessa morte, confirmamos a morte, mas eu não posso confirmar que ele é vítima do Covid-19. Ele estava internado no Hospital Julio Muller, os exames foram feitos e se der positivo o nome dele aparecerá no boletim de logo mais a tarde", disse o secretário. 

Figueiredo, ao lado do governador Mauro Mendes (DEM), também disse que apesar da morte ter suspeita para o novo coronavírus, não é hora de alerta máximo ou mudanças no decreto. 

"Estamos tomando todas as medidas de segurança e de trabalho. Mortes irão acontecer, são esperadas, mas não é o registro de morte que fará os trabalhos mudarem. Ainda trabalhamos com a possibilidade de um pico da doença no final de abril e começo de maio, e estamos pronto para agir quando os casos tiverem um aumento nos números", concluiu. 

Informações como o nome do paciente que morreu no Hospital Universitário Julio Muller, idade, profissão ou se veio de alguma cidade do interior, não foram repassados para a imprensa. 

 


Ainda na coletiva, os dados do domingo não foram atualizados. Por enquanto segue 361 casos notificados em todo estado. Destes, 60 foram confirmados e 13 estão hospitalizados. 10 pacientes já se recuperaram e uma pessoa morreu.  

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.