Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

Cidades
Terça-feira, 29 de Outubro de 2019, 15h:04

planejamento urbano

Planejamento urbano é estratégia para redução de riscos de desastres nas cidades

O assunto será discutido durante o 1º Seminário Mato-grossense sobre Redução de Riscos de Desastres, nesta quarta-feira (30.10), a partir das 8h30, no Cenarium Rural

O planejamento urbano é uma das principais estratégias para a redução dos riscos de desastres e será um dos assuntos discutidos durante o 1º Seminário Mato-grossense sobre Redução de Riscos de Desastres, nesta quarta-feira (30.10), a partir das 8h30, no Cenarium Rural.

“Precisamos conhecer os riscos e considerá-los no processo de ordenamento territorial, pois há uma complementaridade entre o planejamento urbano e a redução do risco de desastres, sendo então, o adequado ordenamento territorial e urbano, muito relevante para promover a prevenção do risco de desastres”, destaca o secretário adjunto de Proteção e Defesa Civil, César Viana de Brum.

Ele explica que em Mato Grosso, as principais ocorrências são relacionadas a enxurradas, inundações, estiagem, seca, erosões, incêndios, vendavais, alagamentos e granizo. De 2010 a 2018, foram necessários R$ 156 milhões para reconstrução de infraestruturas afetadas por desastres.

“Como gestores devemos nos preocupar em enxergar os objetivos da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil nas políticas de ordenamento territorial, desenvolvimento urbano, saúde, meio ambiente, mudanças climáticas, gestão de recursos hídricos, geologia, infraestrutura, educação, ciência e tecnologia e demais políticas setoriais”, pontua Viana de Brum.

O seminário é organizado pela Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil, ligada à Casa Civil, e ocorre até quinta-feira (31.10), com palestras de autoridades no assunto, como o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, que tratará do “Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil”.

Também estão previstas palestras com o vice chefe para as Américas do Escritório das Nações Unidas para Redução de Riscos de Desastres, Nahuel Arenas, com a vice-presidente da Associação Brasileira de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação em Redução de Riscos de Desastres, Patrícia Sottoriva, e com o coordenador de Monitoramento e Alerta do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos de Desastres, Tiago Molina Schnorr, entre outros palestrantes.

O objetivo do encontro é apresentar as ações da Defesa Civil Estadual, fomentar a pesquisa com foco na redução de risco de desastres, produzir conhecimento acerca dos desastres no território mato-grossense, encorajar a participação popular nas ações de Defesa Civil e incentivar a criação das coordenadorias municipais de Proteção e Defesa Civil.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.