Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

Cidades
Segunda-feira, 13 de Janeiro de 2020, 10h:01

alistamento

Junta de Serviço Militar convoca jovens para alistamento obrigatório

O alistamento deve ser feito na Junta de Serviço Militar (JSM), que no caso de Cuiabá está funcionando na sede da Defesa Civil Municipal, na Rua Carlos Gomes, n° 168, bairro Araés

Prefeitura de Cuiabá

A Junta de Serviço Militar de Cuiabá está convocando jovens que completam 18 anos em 2020 a se apresentar para o Alistamento Militar Obrigatório do Exército, Marinha ou Aeronáutica. O alistamento pode ser feito pela internet ou presencialmente até 30 de junho.

Todo jovem do sexo masculino, que completou ou irá completar 18 anos este ano, é obrigado a se alistar (mulheres são dispensadas do serviço). O alistamento deve ser feito na Junta de Serviço Militar (JSM), que no caso de Cuiabá está funcionando na sede da Defesa Civil Municipal, na Rua Carlos Gomes, n° 168, bairro Araés.

Para alistar é preciso comparecer à Junta de Serviço Militar munido de CPF, RG original e comprovante de endereço, ou pelo site www.alistamento.eb.mil.br. Mães que tenham filhos especiais, também devem levar seus filhos para o alistamento.

A secretária-geral da Junta de Serviço Militar, Elaine Leão Neves explica que a expectativa é alistar 7 mil jovens apenas na Capital. Em 2019, o número foi de mais de 5 mil.

“Após o alistamento, de agosto a outubro, serão realizados os testes de seleção, quando são escolhidos os jovens que serão incorporados ou matriculados ao Serviço Militar”, disse.

Em Cuiabá, são aproximadamente 800 vagas, 15% do total de alistamento. Os jovens selecionados serão encaminhados para uma das unidades do Exército Brasileiro na capital: 44º Batalhão de Infantaria Motorizada, 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, 9º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção) e o NPOR (Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva). Os selecionados servirão o Exército no ano de 2021. Os não selecionados recebem o certificado de dispensa de incorporação.

O alistando tem o direito do abono das faltas em virtude do comparecimento à Junta de Serviço Militar (JSM). Para tanto, os interessados devem solicitar ao responsável da Seção de Serviço Militar uma declaração/atestado de comparecimento.

Por ser um serviço obrigatório, os jovens que não fizerem o alistamento sofrem uma série de restrições, como não poderem prestar concurso público, não fazer o título eleitoral (e portando não ser autorizado ao votar), tirar passaporte ou ser matriculado em universidade pública.

 

A Junta de Serviço Militar de Cuiabá

A JSM é um órgão da Prefeitura Municipal, mas atua sob a orientação técnica do Exército. O prefeito da capital, Emanuel Pinheiro, é o presidente da Junta de Cuiabá. É responsabilidade da Prefeitura a instalação, manutenção e funcionamento da JSM. O prefeito nomeia um servidor municipal, de reconhecida idoneidade moral, para ser o secretário e principal executivo da Junta. A Junta Militar de Cuiabá é uma das mais antigas do estado, funciona numa parceria com o Exército Brasileiro e é ligada à 9ª Região Militar do Comando Oeste.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.