Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

Cidades
Domingo, 07 de Outubro de 2018, 19h:00

Distrito Federal

Ibaneis e Rodrigo Rollemberg disputam 2° turno para governo do DF

Imagem da Agência Brasil

Os candidatos Ibaneis (MDB) e Rodrigo Rollemberg (PSB) disputarão o segundo turno das eleições para o governo do Distrito Federal, no dia 28 de outubro. Com 99,87% das urnas apuradas, Ibaneis teve 41,97% dos votos válidos e Rollemberg, 13,94%.

O candidato Rogério Rosso (PSD) ficou em terceiro lugar, com 11,24%. Os votos brancos somam 3,94% e os nulos, 6,72%. A abstenção ficou em 18,73%.

Estreante na política, o advogado Ibaneis Rocha Barros Junior foi presidente da seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2013 e 2015. Atualmente, ele é membro do Conselho Federal da OAB-DF. Nascido na capital federal, o emedebista tem pós-graduação em Direito e Processo do Trabalho e Processo Civil. Ibaneis é dono do próprio escritório de advocacia, em Brasília.

O candidato foi responsável por uma das surpresas eleitorais ao longo das últimas semanas, subindo de quinto colocado nas pesquisas de intenção de voto para primeiro colocado. Entre 2007 e 2010, ele foi secretário-geral da Comissão Nacional de Prerrogativas do Conselho Federal da OAB. Ibaneis é pai de três filhos e tem 47 anos.

O atual governador Rodrigo Rollemberg é formado em História e iniciou sua carreira política ainda no movimento estudantil. Membro do PSB desde 1985, foi deputado distrital por dois mandatos, deputado federal entre 2007 e 2010, quando foi eleito senador. Em 2014, deixou o Senado para se candidatar ao governo do DF, vencendo no segundo turno.

Pai de três filhos, Rollemberg tem 59 anos. Entre 2004 e 2006, foi secretário de Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia. As informações são da Agência Brasil.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.