Sábado, 20 de Julho de 2019

Cidades
Sexta-feira, 12 de Julho de 2019, 07h:30

Gaeco e a Polícia Militar do Paraná

Gaeco faz operação em 13 cidades do Paraná para combater corrupção

Fonte: portal o vale

Divulgação

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Militar do Paraná (PM) realizam desde a manhã desta terça-feira (16) a Operação João de Barro. A ação, que ocorre simultaneamente em treze cidades do estado, tem como objetivo desmembrar um esquema de corrupção e crime ambiental que envolve policiais ambientais, fiscais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e donos de madeireiras.

Ao todo, estão sendo cumpridas 68 medidas judiciais, sendo 42 mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é encaminhada para prestar depoimento), 23 buscas domiciliares, duas buscas em empresas e uma interdição de uma madeireira. Até as 12h, o Gaeco informou que quatro pessoas tinham sido presas em flagrante por posse irregular de arma.

A Justiça também determinou o afastamento de cinco policiais militares, dois funcionários do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e a suspenção das atividades de cinco empresas.

Ainda de acordo com o Gaeco, a investigação do esquema ocorre há 10 meses e apontou indícios de crimes de corrupção ativa e passiva, além de crimes ambientais, como corte ilegal de armas, obstáculo à fiscalização, comercialização e transporte ilegal de madeireiras. Os crimes estariam acontecendo desde 2010.

A operação está ocorrendo nas cidades de Curitiba, Guarapuava, Imbituva, Ivaí, Guamiranga, Irati, Inácio Martins, Laranjeiras do Sul, Ponta Grossa, Prudentópolis, Reserva, Teixeira Soares e Tibagi.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.