Terça-feira, 21 de Maio de 2019

Artigos
Segunda-feira, 22 de Abril de 2019, 10h:01

CYNTHIA LEMOS

O gosto do seu cliente

CYNTHIA LEMOS

Hoje eu quero falar sobre uma consultoria incrível que está presente no dia a dia da sua empresa e que talvez você esteja a negligenciar. O seu consultor mais “barato”, O SEU CLIENTE! E por que eu falo que é o mais barato? Porque ele está aí na sua empresa com frequência consumindo, satisfeito, insatisfeito, ou querendo algo diferente que o seu negócio, por não saber, não oferece.

E o que você simplesmente pode fazer? Perguntar. E você? Não faz! Fica aí tentando adivinhar o que seria A TAL necessidade do mercado que VOCÊ ainda não conseguiu desvendar que tem minado o seu negócio, sem saber o que fazer para reverter. Você fica aí sozinho, batendo cabeça, sofrendo com os prejuízos acumulados pela tentativa e erro de ideias que ora funcionam, ora não servem para nada.

Então a minha sugestão para você agora é: use essa consultoria tão rica de informações, especializada, barata e que ao mesmo tempo é o alvo que você precisa e quer atingir. Ouça o seu cliente! Eles têm muito a falar para você!

Você fica aí sozinho, batendo cabeça, sofrendo com os prejuízos acumulados pela tentativa e erro de ideias que ora funcionam, ora não servem para nada

Isso pode ser feito através de uma pequena pesquisa de satisfação, como um formulário entregue a seu cliente com algumas perguntas para que ele responda e devolva a você, um espaço para que ele possa avaliar seus serviços ou produtos.

Existem vários formatos de pesquisas de satisfação que podem ser implementados no seu negócio, sendo aplicados e compilados para que uma vez por semana ou por mês possam ser analisados e medidos com o objetivo de coletar de forma sistematizada algumas informações, como, por exemplo, os pontos fortes da sua empresa, e que talvez possam ser o grande diferencial e segredo do seu negócio.

As pesquisas também servem para identificar rapidamente quais são as falhas que têm acontecido com frequência e que talvez tenham até levado o seu cliente a se desvincular. Convide o seu cliente por meio desta ferramenta a colaborar com sugestões e ideias que poderão edificar a sua empresa.

Use deste instrumento, existem milhares de formulários que poderão lhe servir como modelo nos sites de busca da internet. Este formato é legal, pois lhe permite, como disse acima, analisar com mais precisão e medir a sua evolução a partir dos dados tratados, ou, se não for assim, simplesmente ouça seu cliente, e isso pode ser feito no dia a dia de forma simples e informal, e com certeza você já poderá ter uma visão melhor do seu negócio.

O seu cliente é o seu maior e melhor professor, ele vai ensiná-lo e mostrar como atendê-lo da melhor forma. Você só precisa saber escutar e acolher isso. Nem sempre o que você acha que é excelente significa que é o que o seu cliente quer. Então, não parametrize seu cliente através dos seus gostos ou preferências. NÃO! Em vez disso, entenda do ponto de vista dele, e faça o seu negócio estar ali para servi-lo. Mas, é claro e muito importante, lembre-se que a análise e as respostas a essa demanda devem estar alinhadas com a essência e a identidade do seu negócio.

 

CYNTHIA LEMOS é psicóloga e coach.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.