Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020

Agronegócio
Terça-feira, 20 de Outubro de 2020, 14h:44

PRIMEIRA SAFRA

MT tem maior área de milho desde 2014

Somando as três safras o Mato Grosso deve produzir 34,6 milhões de toneladas em 5,4 milhões de hectares

Agrolink

Agrolink

Em Mato Grosso, a semeadura da primeira safra de milho ocorre de novembro a dezembro. E os produtores estão animados com a valorização do cereal. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a área destinada à primeira safra deve crescer 4,1% e deve alcançar 42,9 mil hectares. Esta é a maior área registrada desde 2014.

Já a produção tem perspectiva de queda de 5,1%, com 327 mil toneladas. A diminuição é explicada por uma produtividade menor, de 7.643 quilos por hectare, 8,9% abaixo do alcançado na safra passada. Com esse resultado o estado fica na 11º posição entre os estados produtores. O maior produtor nacional da primeira safra de milho é o Rio Grande do Sul, com 5,6 milhões de toneladas, um avanço de mais de 44%.

Por outro lado, Mato Grosso seguirá como o maior produtor nacional de milho segunda safra. A previsão da Conab é de que o Estado destine uma área de 5,4 milhões de hectares para essa cultura e alcance uma produção de 34,3 milhões de toneladas.

Somando as três safras o Mato Grosso deve produzir 34,6 milhões de toneladas em 5,4 milhões de hectares. No país a produção esperada no total é de 105,1 milhões de toneladas e na primeira safra o volume total deve ser de 26,7 milhões de toneladas.

No MT a primeira safra é “limitada a pequenas participações, para atendimento a demandas pontuais do mercado interno, a exemplo do consumo em propriedades e do suprimento para formulação de ração animal”, segundo a Conab. A Companhia cita ainda que o foco do produtor está voltado ao plantio de soja.

Segundo o boletim semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) a saca do milho disponível no Estado fechou a semana cotada a R$ 56,09, com alta considerável de 5,8%. No mesmo período do ano passado estava, em média, a R$ 26.

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.